Você poderá pagar suas contas com o PIX

O Banco Central está para lançar ainda este ano um novo sistema de pagamento mais rápido que o TED. A nova modalidade estará disponível em todos os dispositivos eletrônicos financeiros.

Finanças
5 meses atrás
Você poderá pagar suas contas com o PIX

PIX: nova modalidade de pagamento

O PIX é o novo sistema de pagamento eletrônico do Banco Central que promete ser mais prático do que TED, DOC e boleto.

A principal vantagem do PIX é que as transações são realizadas a qualquer dia e horário da semana ou do ano.

Lançamento do PIX

A partir do dia 16 de novembro de 2020 todas as instituições financeiras ou fintechs que tenham mais de 500 mil clientes terão que oferecer a opção do PIX.

É claro que as empresas financeiras terão o direito de cobrar pelo serviço do PIX, que traz o atrativo de realizar a operação em até dez segundos, enquanto um TED pode chegar até uma hora e meia.

Por outro lado, a tendência é que os sistemas digitais que estão trabalhando com tarifas zero mantenham a gratuidade para o PIX.

Serviços de pagamento e transferência

Todos os sistemas eletrônicos financeiros sejam caixas eletrônicos, internet banking e mobile banking, estão aptos para receber o PIX.

O novo serviço também funciona para transferências tanto jurídica como física e para qualquer tipo de pagamento, entre os quais estão:

  • Compras por internet
  • Compras presenciais
  • Contas domésticas
  • Serviços públicos
  • Taxas públicas

Compras por QR Code

O Banco Central citou como exemplo de pagamento via PIX até mesmo para o vendedor de pipocas na rua.

Como a transação do PIX poderá ser realizada através de QR Code, basta o pipoqueiro apresentar o código gerado pelo aplicativo de sua conta bancária.

O QR Code ainda tem uma propriedade dinâmica, podendo ser de valor variável ou estático e impresso para facilitar o pagamento em série das vendas que seguem o mesmo valor.

Autenticação de segurança

Quanto ao padrão de segurança, as instituições financeiras podem variar os mecanismos de autenticação do usuário.

A finalização do pagamento poderá ser feita inclusive com o fornecimento de dados pessoais, tais como e-mail, CPF ou número de celular.

Preferência pelo PIX

De acordo João Manoel de Pinho Mello, diretor de Organização do Sistema Financeiro e Resolução do Banco Central, o projeto é que o PIX se torne no principal meio de pagamento instantâneo.

Com o uso espera-se que o PIX seja tão prático como o WhatsApp é para a troca de mensagens e que o termo caia no vocabulário popular quando alguém precisar pedir um pagamento.

O diretor está confiante até que o PIX consiga agilizar o tempo de entrega em compras feitas por internet, comparado com o boleto que leva um ou dois dias para confirmar o pagamento.

No momento do pagamento das compras em uma loja virtual aparecerá a nova modalidade entre as outras já convencionais como do cartão de crédito, débito e boleto bancário.

Pagamento por aproximação

O PIX ainda vai ter a opção de pagamentos realizados por aproximação do celular, mas a previsão deste serviço é partir de 2021.

As outras possibilidades estarão todas disponíveis a partir da data obrigatória de inclusão do PIX: 16 de novembro de 2020.

Transformação do cenário financeiro

Assim como cada instituição financeira tem seu diferencial em oferecer seus serviços bancários, a experiência do PIX também poderá sofrer variações.

Para o Governo Federal o importante é que a população terá acesso a um novo sistema de pagamento mais eficaz.

Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, comentou que junto com o PIX outras iniciativas chegarão durante o ano de 2021, mudando a realidade das movimentações financeiras no país.

Cotidianum

O Cotidianum é muito mais que um site, é uma ideia de levar conteúdo que acrescente utilidades aos nossos seguidores, seja com carros, dicas, gastronomia, entretenimento e muito mais para o cotidiano.

Vamos Bater um Papo?