Você gosta de dormir? Vai adorar essa pesquisa

Em mais uma fascinante conferência TED 2019 de lançamento de novas ideias, o cientista Matt Walker apresentou importantes descobertas sobre o poder do sono no cérebro e no corpo.

Bem Estar
9 meses atrás
Você gosta de dormir? Vai adorar essa pesquisa

Vantagens e desvantagens do sono

Dormir é um dos maiores prazeres da vida, mas a correria do homem moderno leva a muitos prejudicarem suas horas de sono ou sofrer de insônia devido ao stress, ansiedade e preocupações excessivas.

Com efeito, para entendermos a importância do sono importa conhecer não somente o aspecto positivo na vida de quem dorme bem, mas os aspectos ruins de noites mal dormidas.

Desenvolvimento hormonal

Um dos primeiros dados que o cientista do sono Matt Walker revelou foi que homens que dormem menos de seis horas por noite tem sua virilidade prejudicada com a falta de crescimento dos testículos em relação aos que dormem mais de sete horas.

Inclusive, o hormônio da testosterona tão importante para vitalidade dos homens fica envelhecido como de um homem dez anos mais velho com um sono de apenas quatro ou cinco horas.

O resultado é que os homens que não param e dormem pouco para aproveitar melhor a vida vão envelhecer uma década mais rápido do que aqueles que têm um sono mais regulável.

As mulheres que dormem pouco também têm impactos negativos em níveis críticos de bem-estar com a redução da saúde da reprodução feminina.

Melhora na capacidade cognitiva

Uma das coisas que a ciência do sono já havia revelado é a necessidade de um bom sono para não esquecermos o conteúdo dos nossos aprendizados, particularmente na memorização das novas ideias.

A nova descoberta agora é que mesmo para iniciar um novo aprendizado precisamos ter dormido bem antes para prepararmos o cérebro para a memória estar fresca para absorver novos conhecimentos.

Uma das experiências para comprovar como o aprendizado pode ser melhorado com o sono foi feita com dois grupos que tiveram que conhecer novas informações, sendo que um deles foi privado de dormir.

A ressonância magnética mostrou que a atividade cerebral de quem dormiu oito horas teve um aproveitamento de 40% superior na capacidade de memorização em relação aos que não dormiram.

Aplicando os resultados no comportamento escolar podemos entender um pouco a razão do fracasso de alguns estudantes que passam noites em claro se preparando para um exame.

O estudo mostrou que não houve sinal significativo de conhecimento no hipocampo do grupo privado do sono, que é a estrutura responsável em ambos os lados do cérebro por ser o receptáculo dos dados.

Já a parte fisiológica de quem conseguiu dormir teve a parte cognitiva restaurada e melhorada em suas funções de memória e aprendizado, onde as ondas cerebrais tiveram fusos de sono que são as intensas atividades elétricas.

Prevenção de doenças

Outra descoberta importante é que o sono profundo favorece o envelhecimento saudável e evita o aparecimento de algumas doenças.

Naturalmente a capacidade de aprendizado e memória declina com o decorrer dos anos, inclusive a qualidade do sono intenso piora.

Mas o que até então era subestimado é que a interrupção do sono profundo pode estar relacionada com o sinal de demência e doenças como Alzheimer.

Redução dos ataques cardíacos

O sistema cardiovascular é outro órgão que se beneficia com o sono, o que é comprovado com o experimento global que acontece duas vezes por ano com 1,6 bilhão de pessoas e em 70 países: o horário de verão.

Com a uma hora de sono que se perde por ocasião da primavera foi registrado um aumento de 24% nos ataques cardíacos e no outono, com uma hora de sono a mais, ocorre uma queda de 21% no índice.

Acidentes e suicídios

Deste modo, esta nova descoberta sobre o sono pode explicar e reduzir as estatísticas de acidentes de veículos, uma vez que já é de conhecimento o abuso que muitos motoristas fazem quando tem que realizar viagens longas.

A taxa de suicídio, por sua vez, pode ser revertida com uma atenção maior sobre o sono das pessoas que sofrem de depressão.

Fortalecimento do sistema imunológico

Até mesmo o desenvolvimento de câncer tem relação com a falta de dormir devido à razão que nosso organismo fortalece consideravelmente o sistema imunológico durante o sono.

Fica evidente então quer dormir pouco significa viver pouco e para ter um repouso profundo o melhor remédio é manter uma rotina regular de sono.

Cotidianum

O Cotidianum é muito mais que um site, é uma ideia de levar conteúdo que acrescente utilidades aos nossos seguidores, seja com carros, dicas, gastronomia, entretenimento e muito mais para o cotidiano.

Vamos Bater um Papo?