Tudo sobre a declaração do Imposto de Renda 2021

O prazo para fazer a declaração do imposto de renda começou nesta segunda-feira, dia 01 de março, e vai até o dia 30 de abril. Vamos reunir aqui todas as principais informações que você precisa saber para fazer corretamente a sua declaração.

Finanças
5 meses atrás
Tudo sobre a declaração do Imposto de Renda 2021

O programa da Receita Federal para efetuar a declaração já está disponível para download. Veja como baixar, instalar e utilizar o programa de maneira simples, rápida e segura. Existem versões do app para computador e também celular.

Como baixar e usar o programa do IRPF 2021

Uma das principais dúvidas do contribuinte é onde baixar o programa oficial da Receita Federal. Mas isso é bem simples de resolver. Aqui você pode baixar o programa para PC com sistema operacional Windows. Aqui para Linux. E aqui para MacOS.

Mas o contribuinte agora também pode baixar o programa numa versão para celular, nas respectivas lojas virtuais, Google Play e Apple Store. O programa está disponível tanto para Android, quanto para iOS (iPhone).

Para usar o aplicativo basta instalar o programa, abrir e clicar em “Novo”. Vão aparecer as opções “Iniciar Importando Declaração de 2020”, “Iniciar Declaração a partir da Pré-Preenchida” (caso já tenha baixado a versão Beta) e “Iniciar Declaração em Branco”. Depois de escolher a opção mais adequada para o seu caso, basta começar a preencher os dados de acordo com cada campo correspondente.

O Leão está solto

Desde esta segunda-feira, dia 01 de março, o Leão está à solta. O prazo para efetuar a declaração do imposto de renda começou e se estende até o dia 30 de abril. Mas não deixe para a última hora. Veja como fazer a declaração de forma simples, rápida e segura.

A organização do cronograma e o planejamento financeiro são primordiais para qualquer cidadão, e no caso da declaração do imposto de renda isso é ainda mais evidente. Um bom planejamento é suficiente para executar a tarefa. Vamos começar por saber quem precisa fazer a declaração e quem está isento.

Quem precisa fazer a declaração?

São diversos os requisitos que selecionam as pessoas que precisam fazer a declaração e os que estão isentos. Para complicar um pouco, essas regras mudam ano a ano, de acordo com o valor mínimo obrigatório para ser declarado.

Vamos ver quais são esses requisitos em 2021, que leva em consideração inclusive o recebimento do Auxílio Emergencial:

  • Quem recebeu o auxílio emergencial com outros rendimentos tributáveis somando mais de R$ 22.847,76;
  • Quem recebeu rendimentos tributáveis, sujeitos ao ajuste na declaração, com soma superior a R$ 28.559,70;
  • Quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte com soma superior a R$ 40.000,00;
  • Quem obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;
  • Quem obteve ganhos com a venda de bens;
  • Quem comprou ou vendeu ações na bolsa;
  • Ao trabalhar com atividade rural, quem obteve receita bruta com valor superior a R$ 142.798,50 ou quem pretende compensar no ano-calendário de 2020, prejuízos de anos-calendários anteriores ou do próprio ano-calendário de 2020;
  • Se em 31 de dezembro, a pessoa teve posse ou a propriedade de bens e direitos (incluindo terras nuas) com o valor total superior a R$ 300.000,00;
  • Quem passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês e nesta condição se encontrava até dia 31 de dezembro;
  • Quem vendeu imóveis e comprou outros dentro de um prazo de 180 dias usando a isenção do Imposto de Renda no ato da venda.

Caso você se enquadre em alguma dessas condições acima descritas, então você precisa fazer a declaração. Caso contrário, você não precisa declarar nada à Receita Federal. Lembrando que a declaração não implica necessariamente em algum pagamento, pode ser até que a Receita restitua algum valor que tenha sido pago a mais durante o ano.

Imposto de Renda 2021
Imposto de Renda 2021

Prazo para efetuar a declaração

O prazo para efetuar a declaração neste ano de 2021 vai de 01 de março a 30 de abril, até as 23:59hs. Caso o contribuinte não faça a declaração dentro deste prazo, pagará uma multa de 1% ao mês sobre o imposto devido, tendo um valor mínimo de R$ 165,74 e no máximo 20% do valor do imposto não pago.

Como fazer a entrega da declaração?

Existe mais de uma forma de fazer a entrega da declaração:

  • Pelo computador mediante o uso do Programa Gerador da Declaração (PGD) em relação ao exercício de 2021;
  • Pelo computador através do serviço “Meu Imposto de Renda (Extrato da DIRPF) disponível no Centro Virtual de Atendimento (e-CAC) no site da RFB;
  • Por dispositivos móveis através da função “Meu Imposto de Renda”, que está disponível no aplicativo oficial do IRPF 2021;
  • Portal e-CAC – Através do site acessado com um certificado digital, você deverá utilizar a opção “Meu Imposto de Renda”.

Devo fazer a declaração simplificada ou completa?

Uma das dúvidas mais frequentes sobre a declaração do imposto de renda é se você deve fazer a declaração simplificada ou a completa. Vamos detalhar as principais diferenças entre ambas modalidades para você decidir qual se aplica melhor ao caso concreto.

  • Declaração simplificada – esta opção é a ideal para quem teve poucas despesas. Ao optar por ela, o contribuinte tem um desconto de 20% da soma de todos os rendimentos tributáveis recebidos em 2020. Esse abatimento é limitado até R$ 16.754,34;
  • Declaração completa – esta é indicada para quem teve grandes despesas médicas, possui dependentes ou algum tipo de previdência. Ou ainda, para o caso de a soma de suas deduções exceder o limite de R$ 16.754,34. Contudo, ao optar por ela, é necessário apresentar os comprovantes das despesas mencionadas.

Cotidianum

O Cotidianum é muito mais que um site, é uma ideia de levar conteúdo que acrescente utilidades aos nossos seguidores, seja com carros, dicas, gastronomia, entretenimento e muito mais para o cotidiano.

Vamos Bater um Papo?