Por que a bateria do celular acaba tão rápida?

Cada vez mais os celulares estão mais evoluídos e tem aplicativos com mais funcionalidades. O resultado é que as baterias acabam pagando o preço, mas existem algumas medidas que podem ajudar aumentar sua duração.

Celulares
6 meses atrás
Por que a bateria do celular acaba tão rápida?

Mais tecnologias mais consumo de bateria

Curiosamente à medida que os celulares ficam mais modernizados o consumo de bateria aumenta também. A razão é que novas funcionalidades estão sendo incorporadas e acabam consumindo mais processamento.

Um exemplo comum são os aplicativos de jogos cada vez mais reais e que nos deixam horas vidrados na tela do celular.

A boa notícia é que os avanços tecnológicos conseguiram também reduzir o tamanho das baterias e aumentar a capacidade de duração.

Aplicativos pesados

Um dos grandes vilões do consumo de bateria são os aplicativos. Para saber quais deles estão pesando mais em seu celular verifique a lista de consumo entrando nas “configurações” e clicando em “bateria”.

Tenha em mente que não são apenas os aplicativos que estão abertos que diminuem a duração da sua bateria. A maioria dos aplicativos mesmo fechados fica com processos rodando em segundo plano.

Aplicativos de gerenciamento de bateria

Existem também aplicativos na Play Store que você pode baixar que ajudam a controlar com mais detalhes a bateria e reduzir o consumo.

O GSam Battery Monitor, por exemplo, é um deles, mas será preciso rodar o aplicativo durante alguns dias para o mesmo fazer a coleta de dados e apresentar ao final as estatísticas.

Brilho reduzido e modo avião

Reduzir a intensidade de brilho na tela de seu celular contribui bastante para o prolongamento da sua bateria, bem como diminuir o tempo limite da tela na configuração do modo ocioso.

Não se esqueça de também quando estiver em uma região sem acesso ao Wi-Fi e ao pacote de dados de ativar o modo avião. É para isso que ele existe.

Carregador com defeito

Atualmente, os celulares não precisam ficar a noite inteira na tomada para ficar 100% carregados. Se este for seu caso verifique se o carregador e o cabo estão funcionando corretamente.

Cuidado que no mercado estão se proliferando muitos carregadores piratas com preços atrativos, mas que não tem pleno desempenho e colocam em risco de acidentes.

Atenção com a bateria

Quando for carregar seu celular procure fazer cargas completas e não deixa esgotar por completo a bateria.

Não utilize o aparelho quando estiver carregando para evitar o superaquecimento, além de evitar o risco de explosão.

Parece meio óbvio, mas a bateria como o aparelho não são resistentes a quedas constantes e nem umidade excessiva.

Economia da bateria

É claro que se for para adotar todas as medidas para reduzir o consumo da bateria o uso do celular perde muita a graça, mas você pode selecionar apenas aquelas que não fazem tanta diferença:

  • Desative as notificações
  • Desinstale os widgets
  • Desligue o Bluetooth
  • Desligue o GPS
  • Desligue o modo vibração
  • Desligue o Wi-Fi
  • Evite ficar buscando sinal
  • Mantenha atualizados os aplicativos
  • Tire fotos sem flash

Bateria nova

Se você já adotou as medidas acima indicadas e o seu celular já tem alguns anos de vida, considere então trocar a bateria por uma nova.

Para celulares com bateria removível a tarefa é simples, mas para os que seguem a nova tendência de bateria não removível é preciso procurar um guia de orientação para removê-la.

Planejando a compra

Todas essas dicas visam ajudar a prolongar a vida útil de sua bateria e o tempo de duração. Mas o ideal é que na hora de comprar um aparelho você considere as suas necessidades de consumo.

Se for utilizar o celular para jogos, ficar muito tempo ligado, assistindo vídeos ou instalando ferramentas de personalização, o melhor é procurar um modelo com bateria de 5.000 mAh ou mais.

Cotidianum

O Cotidianum é muito mais que um site, é uma ideia de levar conteúdo que acrescente utilidades aos nossos seguidores, seja com carros, dicas, gastronomia, entretenimento e muito mais para o cotidiano.

Vamos Bater um Papo?