Ensinando crianças: técnicas incríveis para usarem computadores ilustrando a experiência matemática e científica

Ensinar crianças não é uma tarefa fácil e exige muita criatividade dos educadores. Foi pensando no futuro das crianças que o programador Alan Kay desenvolveu um meio digital e ilustrativo para explicar as noções complexas da ciência e matemática.

Educação
2 meses atrás
Ensinando crianças: técnicas incríveis para usarem computadores ilustrando a experiência matemática e científica

Ilusão da realidade

Quando se pretende criar uma teoria do conhecimento é preciso considerar o lado falho de nossa mente para conseguir superar nossas debilidades.

O mundo não é como parece, pois nós vemos as coisas não como são mas como nós somos. A realidade que vemos é na verdade uma espécie de alucinação devido às ilusões que nossa mente se engana.

Limitação da nossa mente

Este sonho acordado que vivemos pode simplificar a compreensão das coisas complexas e complicar a compreensão das coisas simples.

Compreender essa cegueira é abrir uma luz sobre o nosso entendimento, tal como aconteceu principalmente nos últimos quatrocentos anos com diversas invenções para auxiliar a visão do cérebro:

  • Telescópio
  • Microscópio
  • Bolômetro

Novo projeto de ensino

Descobrir as melhores técnicas de ensino é sem dúvida o modo mais fácil de transmitir conhecimento.

As estatísticas de Hans Rosling, por exemplo, é uma ótima maneira de apresentar as informações complexas com uma visualização simples.

Mas quando tratamos com crianças é preciso utilizar ainda mais criatividade para estimular a compreensão.

Com efeito, este é o projeto do programador Alan Kay, utilizar da informática para ilustrar a experiência do conhecimento.

Equação para crianças pequenas

Para demonstrar sua técnica de poder de ensino, Kay cita o exemplo de uma professora de jardim de infância que utilizou de sua capacidade matemática para ensinar seus alunos com desenhos de formas geométricas.

Resultado as crianças de seis anos da professora Gillian Ishijima conseguiram aprender matemática, particularmente equação diferencial ordinária, como se fosse um projeto de artes e ciência.

Aprendendo brincando

Através de um software de computador Kay tem oferecido ensinamentos de matemática e ciência muito mais assimiláveis.

Em um deles a criança pode desenhar um carro e dar movimento ao veículo, ao mesmo tempo em que acompanha os números dos graus que indicam o sentido a seguir.

Colocando o carro para correr em uma linha reta com a mesma velocidade média o aluno consegue visualizar os rastros do veículo por pontos que seguem o mesmo espaçamento.

Já se é pedido para partir da estagnação até atingir uma velocidade determinada é possível visualizar os sinais de progressão próprios de uma aceleração.

Experiência digital da queda dos corpos

A famosa exposição de ciência, onde os alunos podem verificar diferentes objetos de pesos variáveis e depois acompanhar o tempo de queda, é muito mais didática de se acompanhar em um meio digital.

A experiência apresentada de forma real tem várias dificuldades: as crianças por mais que tentem cronometrar o tempo de queda não conseguem fazer com precisão, bem como não é possível acompanhar a velocidade de queda.

Por mais que as crianças possam processar as informações científicas sobre a lei de queda dos corpos, acaba ficando uma sensação de incerteza.

Com o software, por sua vez, é possível fragmentar as imagens da queda para mostrar a velocidade de progressão e o tempo exato de chegado ao chão.

Além de que se podem utilizar imagens geométricas coloridas para acentuar ainda mais alguns dados, como a visualização da aceleração constante.

Investindo na educação

Este tipo de software educativo de Kay são bem leve e funcionam até em laptops básicos de 100 dólares.

Como investir na educação das crianças é investir no futuro da sociedade, Kay já construiu mais de cinco milhões de laptops educativos.

Infelizmente, o número de professores não é possível multiplicar na mesma escala para o acompanhamento deste processo educativo digital.

Por outro lado, um software auto didático custaria muito mais investimento para a criação e fica a mercê da boa vontade e visão de futuro de nossos governadores.

Cotidianum

O Cotidianum é muito mais que um site, é uma ideia de levar conteúdo que acrescente utilidades aos nossos seguidores, seja com carros, dicas, gastronomia, entretenimento e muito mais para o cotidiano.

Vamos Bater um Papo?