Dicas sobre MEI

Ser MEI permite trazer diversas vantagens para o seu negócio, bem como participar de alguns benefícios da Previdência. Aprenda agora algumas dicas para iniciar seu empreendimento individual com sucesso.

Trabalho
4 meses atrás
Dicas sobre MEI

Vantagens e benefícios

As vantagens em se tornar MEI (Micro Empreendedor Individual) são muitas e tem atraído cada vez mais trabalhadores autônomos para formalizar seu negócio.

Com efeito, você pode conseguir um CNPJ e Alvará para emitir NF, vender para o Governo, pagar tributos menores e ter acesso aos serviços bancários e de crédito.

O MEI também tem direito aos benefícios de pensão por morte, salário maternidade, auxílio doença e aposentadoria por invalidez ou idade.

Administração simples

Por outro lado, por se tratar de um empreendedor individual e sem todo o suporte administrativo muitas pessoas não sabem como cuidar de sua própria empresa.

Em realidade, não há razão para se assustar, pois o Governo criou a opção de MEI exatamente para oferecer os serviços de uma pessoa jurídica sem complicações.

Através do Portal do Empreendedor as soluções completas para criar e administrar sua MEI estão ao seu alcance.

Exigências

Em primeiro lugar é preciso saber que existem algumas condições para se tornar MEI, entre as quais estão:

  • Ser um empresário individual
  • Não ter sócio e nem vínculo titular ou administrativo em outra empresa
  • Limite de faturamento anual de R$ 81 mil ao ano
  • Não ter mais que 1 funcionário

Atividades do MEI

Se você se enquadrar nestas condições é preciso selecionar seu ramo de negócio de Prestação de Serviço, Comércio e Indústria entre as mais de 450 atividades reconhecidas por Lei.

É mais fácil mencionar as profissões que não tem direito de ser MEI, tais como jornalistas, médicos, veterinários, advogados, dentistas, psicólogos, engenheiros e contadores.

Os servidores públicos federais em atividade e pensionistas também não podem ser MEI, bem como alguns casos de servidos públicos estaduais e municipais de acordo com sua legislação.

Restrições

Para ter acesso aos benefícios do MEI é preciso estar em dia com o pagamento do DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional) mensal.

Já para receber o auxílio maternidade ainda se faz necessário aguardar uma carência de dez meses realizando a contribuição.

É importante ter em mente que o MEI fica privado de receber os benefícios previdenciários.

Se você estiver registrado em uma empresa como CLT, por exemplo, e mesmo sendo demitido sem justa causa não vai ter direito ao Seguro Desemprego.

Taxa fixa

Diferentemente do regime do Simples Nacional, o MEI precisar pagar apenas uma taxa fixa mensal segundo sua atividade:

  • Prestação de Serviços: R$ 57,25
  • Comércio: R$ 53,25
  • Prestação de Serviços e Comércio: R$ 58,25

Declaração obrigatória anual

Tome o máximo cuidado para controlar suas movimentações e conseguir prestar corretamente a confecção do DASN SIMEI (Declaração Anual do Simples Nacional).

O prazo máximo para apresentar o relatório das receitas obtidas durante o ano é até o dia 31 de maio do ano posterior ao da declaração.

Dicas

Não basta cumprir todas as obrigações formais de MEI para alcançar sucesso em seu negócio.

Entre as regras fundamentais para vencer o desafio de ser MEI é preciso ter atenção sobretudo nos seguintes itens:

  • Separar dinheiro pessoal do jurídico
  • Ter o acompanhamento de um contador
  • Selecionar os melhores fornecedores
  • Organizar a vida financeira
  • Vigiar o controle de estoque
  • Criar uma estratégia de divulgação
  • Pesquisar sobre o seu público alvo

Cotidianum

O Cotidianum é muito mais que um site, é uma ideia de levar conteúdo que acrescente utilidades aos nossos seguidores, seja com carros, dicas, gastronomia, entretenimento e muito mais para o cotidiano.

Vamos Bater um Papo?