Como rastrear Android pela conta Google

Nos últimos anos o número de pessoas que teve o aparelho de celular roubado não para de crescer. Segundo uma pesquisa feita pelo Estadão, no ano de 2016 até agosto de 2017 houve mais de 208 mil ocorrências de assaltos apenas na cidade de São Paulo. Contudo, existe um meio de rastrear os dispositivos com sistema Android através da conta Google e que pode ser muito útil nessas ocasiões.

Celulares
1 ano atrás
Como rastrear Android pela conta Google

Como rastrear um dispositivo Android pela conta Google

Faz já algum tempo a Google criou um serviço que permite rastrear o aparelho celular, mesmo que o GPS não esteja ativado. Basta se logar a uma conta Google para se obter a localização do dispositivo, apenas com uma pequena margem de erro.

Passo a passo

Para utilizar esse serviço o usuário deverá seguir alguns passos. Primeiro vá à pasta de aplicativos do celular, encontre o aplicativo “Configurações Google” e escolha a opção “Segurança”.

O usuário verá a sessão “Gerenciador de dispositivo Android” na qual encontrará duas opções: “Localizar remotamente o dispositivo” e “Permitir bloqueio e limpeza remotos”. É importante deixar ambas opções ativadas.

O segundo passo é abrir as “Configurações” e escolher a opção “Localizar”. Já dentro dessa opção o usuário deverá deixar o modo em “Ativado”. Com isso será possível localizar o aparelho remotamente, bem como apagar à distância todos os dados nele contidos, assim, pelo menos os dados pessoais ficam a salvo de um eventual furto.

Rastreando o aparelho

Uma vez habilitado o aparelho agora o usuário pode rastreá-lo de qualquer lugar. Para isso deve acessar a página de rastreamento de dispositivo da Google e fazer o login, que deverá coincidir com a conta cadastrada no aparelho celular.

Aparecerá uma janela flutuante sobre um mapa. O sistema tentará fazer conexão com o aparelho cadastrado, o que pode levar alguns instantes. Em seguida, aparecerão nessa pequena janela as informações da localização do dispositivo, tais como: horário da última localização, cidade/estado/país, e a distância entre o local onde está sendo feita a pesquisa e o aparelho. O ponto no mapa indica onde o usuário se encontra fazendo a pesquisa, e a distância apresentada indica o raio em relação a esse ponto.

Tocar, bloquear e apagar

A janela mostra três opções: tocar, bloquear e apagar. De fato, dependendo da situação será conveniente uma ou outra opção. Por exemplo, se o usuário não está encontrando o aparelho, mas sabe que o mesmo está dentro de casa, poderá escolher a opção tocar, que equivaleria a telefonar para o número de telefone do aparelho.

A opção bloquear permite que o usuário bloqueie e altere a senha do aparelho, e serve para quando há possibilidade de encontrar ou recuperar o dispositivo.

Por fim, a opção mais drástica, apagar o aparelho, ou seja, eliminar completamente todas as informações nele contidas. Cabe lembrar que uma vez apagados os dados, não será possível recuperá-las.

Uma nova ferramenta

Contudo, existe também uma nova ferramenta que permite fazer a busca remota pelo aparelho, bem como apagar os dados se for o caso. O aplicativo, que também é da Google, se chama “Localizar meu dispositivo”, e pode substituir o “Gerenciador de dispositivos Android”, pois adota o Google Play Protect como sistema de segurança.

De qualquer forma, será necessário ter uma conta Google e fazer login com ela nesse aplicativo. A interface é bem parecida com a do Google Maps, mas as opções de buscar o dispositivo estão bem à vista. O aplicativo também conta com a possibilidade de tocar, bloquear e apagar.

Seria ideal que não precisássemos dessas ferramentas, mas atualmente qualquer precaução é pouca.

Cotidianum

O Cotidianum é muito mais que um site, é uma ideia de levar conteúdo que acrescente utilidades aos nossos seguidores, seja com carros, dicas, gastronomia, entretenimento e muito mais para o cotidiano.

Vamos Bater um Papo?