Como comprar uma moto com preço justo

Comprar uma moto é sem dúvida um dos melhores meios para reduzir custos com investimento, consumo, manutenção e transporte. Conheça agora quais são as principais dicas para encontrar o seu modelo ideal com preço justo.

Motos
4 semanas atrás
Como comprar uma moto com preço justo

Selecionando a moto ideal

Quem vive em grandes metrópoles a moto é o melhor meio de transporte para escapar do trânsito, bem como tem um custo e uma manutenção muito mais acessível do que de um carro.

Por outro lado, encontrar uma moto com preço justo não é tão fácil, além de que existem inúmeros modelos com as mais variadas características.

Para facilitar a pesquisa e seleção das motos com melhor custo/benefício conheça agora as principais dicas sobre o assunto.

Consumo reduzido

O consumo de combustível é sempre um dilema para quem quer economizar com um carro e os modelos com melhor rendimento com muito custo fazem 20 km por litro.

As motos, por sua vez, superam de longe em matéria de consumo e modelos a partir de 125 cilindradas rendem mais que 30 km por litro.

Vantagens da moto nova

Para quem não tem dúvida que vale a pena comprar uma moto o problema está em saber se é melhor investir em uma nova ou usada.

À primeira vista uma moto zero km oferece melhor desempenho de que uma seminova, além de trazer todos os componentes bem regulados.

Mas sem dúvida a principal vantagem da moto nova é sair de fábrica com garantia e sem nenhum arranhão.

Vantagens da moto usada

A desvantagem da moto nova está no custo mais elevado de venda e na depreciação acelerada quando saí da loja.

Uma moto de segunda mão já tem um valor mais atrativo mesmo sendo do ano e para quem tem condições menores é o melhor negócio a seguir.

A questão é selecionar bem para encontrar um modelo sem defeito escondido e com pouco desgaste natural.

Se você não entende muito de mecânica o mais seguro antes de comprar é pedir a avaliação de um mecânico de confiança.

Pagamento à vista

Seja como for, para comprar uma moto nova ou usada a melhor opção de pagamento é acertar o valor integral à vista.

Agora se você tem pouco dinheiro em mãos não adianta pagar um modelo muito barato que aumenta o risco de gastos maiores com manutenção.

Com efeito, surge a solução da compra por consórcio ou financiamento, cada um com seus problemas próprios.

Solução do consórcio

Para quem não tem pressa em adquirir uma moto e falta dinheiro a escolha mais adequada é do consórcio, pois tem um custo final muito mais inferior que do financiamento.

Em síntese, o consórcio é feito através de um grupo de pessoas interessadas por um bem que se juntam para reduzir os valores do financiamento e dividir os custos em conjunto, tudo fiscalizado pelo Banco Central.

No caso de uma moto os custos para uma carta de crédito são baixos, mas é preciso aguardar sua vez na hora do sorteio.

Benefícios do financiamento

Ao contrário do consórcio, o financiamento tem juros e que no final das contas podem representar quase o dobro do valor da moto.

Como a moto só será sua após a quitação completa das parcelas o resultado é que para vender o bem já estará depreciado.

Agora se ter uma moto lhe traz benefícios financeiros imediatos e reduz custos com transporte, então o financiamento se apresenta com melhor solução por oferecer o valor total do empréstimo no ato.

Modelo popular

Quem já tem o dinheiro para comprar uma moto resta apenas decidir pela marca, escolhendo de acordo com melhor custo/benefício.

Para transitar com agilidade e baixo custo pela cidade certamente os modelos da Harley Davidson estão fora da sua lista.

Mesmo a versão de entrada Iron 883 pesa quase 250 kg e tem preço de venda por volta dos R$ 50 mil.

Já a Honda CG 160 Titan que é um dos modelos mais populares pesa 117 kg e tem preço a partir de R$ 12 mil.

Cotidianum

O Cotidianum é muito mais que um site, é uma ideia de levar conteúdo que acrescente utilidades aos nossos seguidores, seja com carros, dicas, gastronomia, entretenimento e muito mais para o cotidiano.

Vamos Bater um Papo?