Casa própria é investimento?

Para alcançar o sonho da casa própria muitas pessoas se comprometem em financiamentos de longo prazo se iludindo que estão fazendo um investimento. No entanto, aplicar o dinheiro e morar de aluguel continua sendo a melhor alternativa.

Finanças
2 meses atrás
Casa própria é investimento?

Imóvel próprio é dinheiro imobilizado

Um dos maiores sonhos dos brasileiros é o da casa própria e que leva muitas pessoas a embarcarem em financiamentos que parecem intermináveis.

Em realidade, a economia brasileira mudou muito ao longo das décadas só que poucos entendem que casa própria não deve ser considerada como investimento.

Basta deixar de lado os critérios de seus avós e calcular números para entender que é melhor deixar o dinheiro investido do que imobilizado em um imóvel.

A ilusão do financiamento imobiliário

Em primeiro lugar é preciso tirar da cabeça a ideia de que é preciso se endividar para alcançar um bem próprio.

Quem financia um imóvel não significa que é dono de uma propriedade, pois se trata de um dinheiro alugado.

Não adianta se iludir que não vai mudar a realidade que um imóvel financiado pertence ao banco enquanto a dívida não for totalmente quitada.

Se você ainda tem dúvida então acesse um site de leilões de imóveis e confira quantas pessoas que achavam que eram donas da casa onde moravam…

Imóvel próprio gera consumo

Outro erro que muita gente comete é confundir um imóvel adquirido para morar como um investimento ativo que pode ser vendido.

Se você não tem outra casa para viver seu imóvel deve ser considerado um passivo financeiro que somente gera gastos e não traz retorno financeiro.

Condições para lucrar com a venda do imóvel

Mesmo que você decida vender seu imóvel a operação só pode ser considerada vantajosa se as seguintes metas forem atingidas:

  • Venda rápida
  • Venda pelo valor valorizado
  • Valor recebido bem aplicado

Vale a pena vender a casa para viver de aluguel?

Agora se você já está convencido de que seu imóvel não é investimento não significa necessariamente que seja preciso vender sua propriedade para viver do dinheiro aplicado.

A razão é que vai depender de sua capacidade de gerir seu investimento sozinho ou de encontrar uma corretora financeira confiável.

Em caso positivo aí sim vale muito a pena realizar uma boa venda do imóvel próprio para obter altos rendimentos de seu dinheiro investido.

A vantagem de deixar o dinheiro aplicado

Já quem possui uma quantia de dinheiro reservada suficiente para comprar um imóvel saiba que sua poupança rende muito mais aplicada do que “investida” em uma casa própria.

Tenha em mente que não estamos apenas falando em caso de financiamento imobiliário, mas inclusive de compra de imóvel à vista.

Os números provam a verdade

Tomemos o exemplo que aconteceu com uma pessoa real que comprou uma casa sem financiamento por R$ 94 mil no ano de 1994.

Atualmente, como o imóvel já está valendo R$ 2 milhões parece que foi uma ótima aquisição, certo? Errado!

Acontece que a casa já está à venda há dois anos e não apareceu ninguém interessado em fechar negócio.

Logo o valor imóvel foi abaixado para R$ 1,5 milhão, o que significa já uma perda de R$ 500 mil e mesmo assim continua difícil vender.

Por outro lado, se há 25 anos a pessoa tivesse investido o valor de R$ 94 mil em uma aplicação básica que acompanhasse o CDI o retorno seria de R$ 3,9 milhões!

É claro que neste caso é preciso considerar também o gasto que a pessoa teria com o valor do aluguel, mas mesmo assim o cálculo continua positivo.

Se a pessoa, por exemplo, tivesse um gasto médio com locação de R$ 2 mil por mês ao longo deste período o resultado seria uma perda de R$ 600 mil reais.

Análise a fase de sua vida

Outro fator importante para considerar na hora de comprar ou alugar uma casa é o momento de transformação de sua vida.

Uma pessoa jovem que ainda não se casou e nem se estabeleceu financeiramente na vida tem muito mais vantagens em não se comprometer com uma moradia fixa e nem com um orçamento alto.

Por outro lado, para uma família estabelecida o aluguel não permite investir em grandes benfeitorias para o imóvel.

Cotidianum

O Cotidianum é muito mais que um site, é uma ideia de levar conteúdo que acrescente utilidades aos nossos seguidores, seja com carros, dicas, gastronomia, entretenimento e muito mais para o cotidiano.

Vamos Bater um Papo?