Akinator: surpreenda-se com o poder que ele tem de ler sua mente

Você acredita que alguém é capaz de adivinhar um personagem real ou fictício que você está pensando? Se tiver alguma dúvida então aceite o desafio do Akinator, um jogo que já virou sensação para todas as idades.

Tecnologia
12 meses atrás
Akinator: surpreenda-se com o poder que ele tem de ler sua mente

O jogo do gênio

O Akinator é um jogo lançado em 2007 e que roda nos principais sistemas como iOS, Android, Windows Phone e Blackberry, bem como funciona diretamente pela página da internet do jogo.

O enredo do jogo saí do clássico gênio que realiza desejos e apresenta um gênio amaldiçoado em um lâmpada até conseguir ser libertado adivinhando os personagens na mente dos jogadores.

A brincadeira se tornou um sucesso no Brasil e no mundo por conta do gênio que descobre o personagem ou nome de pessoa que está na sua mente.

Para se medir o alcance do Akinator é possível jogá-lo até em 15 línguas como inglês, português, espanhol, italiano, coreano, francês e outras mais.

Akinator
Akinator

Introdução

Logo na apresentação o gênio irá lhe surpreender por sua capacidade com a lista dos últimos 10 jogos, onde consta do lado esquerdo a pessoa imaginada e do direito as adivinhações.

Você pode conferir também o número de pessoas que estão jogando no momento, que jogaram no dia e o total de partidas desde o lançamento do Akinator.

Em seguida você tem que preencher alguns dados pessoais obrigatórios como idade, nome e sexo para iniciar a partida.

Desafiando o gênio

Então, bastar pensar em uma personagem famoso, seres inanimados, animais ou alguém que está relacionado a sua vida para depois clicar no botão “jogar”.

Com efeito, o gênio irá lhe fazer uma série de perguntas para descobrir a pessoa que você está pensando.

A cada formulação o usuário precisa escolher entre cinco alternativas:

  • Sim
  • Não
  • Não sei
  • Provavelmente sim
  • Provavelmente não

Funcionamento

A capacidade do gênio chega ao ponto de descobrir se você está burlando, por exemplo, se responder todas as perguntas com “não sei” a resposta será: “um cara esperto que sempre responde não sei!”

Deste modo, a regra do jogo é ser sincero e se acontecer de você errar em alguma resposta deve retornar novamente a questão clicando na opção corrigir.

Por outro lado, à medida que o gênio encontra dificuldade em descobrir a pessoa imaginada vai ficando irritado. Ao final ele irá lançar sua resposta e cabe a você confirmar se está certo ou errado.

Aberto a sugestões

Você pode incluir pessoas novas e aumentar o banco de dados do Akinator, com a regra da mesma ser uma figura pública.

Quando o gênio erra, o que é difícil de acontecer, vai lhe aparecer uma lista de personagens para você selecionar a resposta correta ou completar o nome da pessoa imaginada.

Outra opção é adicionar uma nova pergunta, mas neste caso o recurso é oferecido depois que o gênio adivinha seu personagem.

Se o Akinator não encontrar semelhança com sua sugestão de pergunta e depois que um moderador examiná-la a mesma será incorporada ao jogo.

Algoritmo misterioso

Como se percebe o Akinator trabalha com um sistema de inteligência artificial que é o software Limule desenvolvido pela empresa de engenharia de TI francesa Elokence.com.

Os programadores Olivi, Arnaud e Jeff Deleau criaram o Akinator com um imenso banco de dados que funciona com perguntas de eliminação.

Mas o mecanismo ou algoritmo utilizado para o gênio descobrir os personagens ainda permanece um mistério que intriga a muitas pessoas.

Akinator no celular

Para quem for jogar o Akinator no celular terá que fazer uma assinatura para ter acesso ao aplicativo completo sem anúncios.

A vantagem é que você pode compartilhar sua partida nas redes selecionando a opção de gravar um vídeo e dando as permissões necessárias ao aplicativo capturar tudo que for exibido na tela.

Cotidianum

O Cotidianum é muito mais que um site, é uma ideia de levar conteúdo que acrescente utilidades aos nossos seguidores, seja com carros, dicas, gastronomia, entretenimento e muito mais para o cotidiano.

Vamos Bater um Papo?